Marcia de Moraes / Galeria Leme

17 jul

Corpo Duplo | Marcia de Moraes
Abertura: 24 de julho

Em sua segunda exposição individual na Galeria Leme, a artista Marcia de Moraes apresenta uma série de seis desenhos dípticos e
polípticos de grandes dimensões. As obras são formadas por papéis divididos que, quando unidos, revelam formas minuciosamente desenhadas à grafite e preenchidas com lápis de cor. Um dos pontos de partida para a criação desta série foi fazer com que dois desenhos diferentes se tornem um único corpo, e passem então a coexistir, seja de forma harmoniosa ou caótica.
Os traços e as cores atravessam os limites dos papéis, por vezes encontrando continuação óbvia no próximo pedaço e, por outras, encontrando um elemento díspar. Dentro desta perspectiva de complementaridade e oposição, Marcia pontua outras relações que explora
em seus desenhos, como causa e efeito, atração e repulsa, realidade e projeção, presença e ausência, introspecção e exposição, movimento e fixação, proximidade e distância, feminino e masculino.
As formas e as cores aparecem de forma intensa nesta série de desenhos. Nas obras “O Obsessivo” e “O Compulsivo”, há um movimento circular que se inicia quase no meio dos desenhos e se irradia para as extremidades dos papéis, estabelecendo um percurso
quase labiríntico e vertiginoso. Em “Euforia”, as formas orgânicas e sinuosas tomam os papéis como veias que crescem e pulsam fortemente para os quatro lados. Já em “O Alagamento”, inúmeros pedaços do papel deixados em branco atuam como gotas, babas,
linhas e outros elementos, dando uma grande impressão de profundidade.
Marcia de Moraes insiste na linguagem do desenho. Acredita que o traçado do lápis traz delicadeza e, ao mesmo tempo, força. O desenho demanda um longo tempo para ser feito, e a lentidão faz parte do processo de criação da artista. Seu trabalho parece almejar um
utópico limite do desenho. Com variadas combinações cromáticas, dimensões que parecem aumentar a cada novo trabalho e, atualmente, a predileção por dípticos e polípticos, os trabalhos de Marcia passam a se tornar experimentações raras vezes impostas ao desenho. Todas as suas obras sugerem uma pergunta que parece ser seu norte: qual é, de fato, o limite de um desenho?#ficaadica

@ANOTE:
Abertura: 24 de julho – 19h
Até 18 de agosto, 2012

Av. Valdemar Ferreira, 130
São Paulo | Brasil
Seg – Sex 10 – 19hs
Sáb 10 – 17hs
+55 11 3093.8184
info@galerialeme.com
http://www.galerialeme.com
info/ Galeria Leme

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: